Sorry if I look interested, I’m not!

18jan08

É impressionante a minha habilidade de manter uma conversa com alguém, fazer o palestrante acreditar que estou prestando atenção e não lembrar nem do assunto tratado! Não é por falta de memória. É por falta de atenção mesmo. Normalmente depois do diálogo de abertura padrão meu ser interno se teletransporta para outro lugar, começa a imaginar coisas absurdas, listar coisas para fazer (que serão equecidas na seqüência), recordar coisas do passado, lembrar de cenas de filmes que assistiu, observar o movimento ao redor…

Mas não é de propósito. Simplesmente é difícil manter interesse em alguma coisa por muito tempo. Ainda mais quando as pessoas não têm simancol e começam a contar a vida delas. “Oi, tudo bom?” “Tudo e você?” “Ah, então…”. É o início de um longo e tedioso monólogo sobre pessoas e situações que você está pouco se lixando. Se eu quisesse saber onde você andou na noite de ontem, o que raios você almoçou, com quem você brigou, que bosta de curso você fez na faculdade, o que a sua tia Maricota teve que operar na semana passada, eu perguntaria!

Péssimo é quando um ser que você nunca viu na vida te dá o desprazer de querer conversar com VOCÊ. E pior, começa a narrar a vida e faz questão de rechear a história com detalhes riquíssimos! Ontem, saindo do dentista é óbvio que estava chovendo. Abri meu guarda chuva e saí do prédio. Eis que uma louca vinda de não sei onde brota do meu lado e pergunta se eu vou descer a rua e se ela pode pegar uma carona. Ok, não sou tão ruim assim. Juro que em 1 quadra e meia ela teve a capacidade de metralhar a vida dela para mim. Óbvio que eu não prestei atenção em nada.

Caso você esteja me contando alguma coisa e a minha participação no seu monólogo se restringir a huns, és e hãns, tenha certeza que não estou prestando atenção. Na verdade, não estou prestando atenção nem mesmo no que EU estou pensando. Não te conheço e não estou interessada em conhecer. Certamente eu nunca mais vou te ver e se eu tivesse o menor interesse em te rever eu deixaria implícito na conversa. A louca da carona ficou ofendidíssima que eu não fui participativa. E ela também não ajudou, já que não parava de falar. Tu que é chata e depois eu que sou a grossa?! Como já dizia Paul Banks, if your life is such a big fucking joke why should I care?



No Responses Yet to “Sorry if I look interested, I’m not!”

  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: