We Are Scientists Has A Plan

22dez07

Comecei a ouvir We Are Scientists por causa de Franz Ferdinand. Assisti um vídeo que, se me recordo bem, a Q Magazine fez durante o Festival Internacional de Benicassim de 2006. Infelizmente o vídeo não está mais disponível no Youtube e na época eu era tapada o suficiente para não saber baixar vídeos em flash e converter para o iPod. Damn! Era um videozinho legal de entrevistas com diversos músicos, de diversas bandas, do line up do FIB e que estavam no backstage.

nokia-029_resize.jpg

Além do Franz (que foi o termo da minha busca), havia entrevista com o The Kooks, The Editors, Babyshambles… e com dois palhaços que se achavam o Jack Black (Tenacious D) promovendo-se como integrante da melhor banda do mundo. E eu adorei os dois! Baixei o álbum, ouvi e amei a banda. WAS tem letras engraçadas, som rápido, os integrantes têm aquele ar geek irresistível à la Rivers Cuomo (Weezer). Logicamente, antiquada como sou, queria comprar o cd de With Love And Squalor, primeiro e (por enquanto) único álbum do WAS. Sem lançamento no Brasil. Isso poderia ser traduzido como “banda com 1 chance em um cazilhão de fazer show por aqui”.

Descobri o WAS mais ou menos em março e tudo que eu queria era ver um show deles. E não é que alguns meses depois o Nokia Trends solta um release dizendo que entre as atrações confirmadas para 2006 estava o WAS?! I rock!

Para variar, S. Pedro derramou uma chuva torrencial em SP no dia do show. Arena Skol coberta. Perfeito! Segundo o line up, WAS tocaria às 2 da manhã. E tocou! Sem atrasos, problemas “previstos” com som ou frescuras islandesas (quem sofreu no Tim Festival desse ano sabe do que estou falando). Luke Paquin (Hot Hot Heat) tocou com eles em The Great Escape. Michael Tapper esmurrou a bateria, mesmo com toda a timidez. Chris Cain, um pouco estático, fez as piadas de costume e tocou muito. Keith Murray cantou, tocou, dançou, causou, pulou, subiu no bumbo pra jogar cerveja no Michael, fez stage dive… um perfeito rocknokia-022_resize.jpg star. Fui 100% participativa nos stage dives dele. No primeiro, não foi bem um stage dive, mas ele tentou. Ele se jogou na grade, bem na minha frente. E eu aproveitei a chance. SMACK! Freaking groupie! Na segunda, ele me usou como escadinha. E eu tinha a marca do pé dele na minha perna para provar.

Mas o melhor aconteceu depois da apresentação deles. O Keith, depois de um tempo, conseguiu botar os pés de volta no chão, subiu no palco e foi-se. E a louca que vos fala se esgoelando, suplicando por uma palheta, set list, baqueta… e não conseguiu nada. Apelei para a primeira pessoa que passou na minha frente, no corredor entre a grade e o palco. O sortudo foi um fotógrafo que me atendeu e foi tentar arranjar alguma coisa para mim. “Não conheço a banda. É a dos nerds, né? Vou no backstage agora. Se conseguir alguma coisa eu volto aqui”. Uns 5 minutos depois ele voltou com as mãos vazias (a não ser pela câmera fotográfica). Claro que ele não havia conseguido nada. Nada material. “Quer conhecer a banda?”. Saí correndo como uma louca, pisoteei uma menina que estava sentada no chão esperando pelo show do Bravery, caí no chão.

dsc00582.jpgBurlamos seguranças, empresário e mais uma penca de gente. Entramos no camarim. O Michael estava conversando com uma mulher, sentado num sofá de couro marrom que mais lembrava o sofá do Zane Lowe no Gonzo. O Keith e o Chris em pé, atacando o buffet. Todos foram super simpáticos, divertidos, atenciosos, mesmo com uma tonta gaguejando com eles. Ofereceram pacote completo e eu aceitei: autógrafo, abraços e fotos. Na hora do autógrafo, o Chris pergunta meu nome. “Is it Vivian with an ‘A’ or with an ‘E’?”, para não ganhar autógrafo com nome errado! Respondi “With an ‘A’. Like Julia Roberts in Pretty Woman“. Sim, eu falo essas besteiras. Sim, eu me arrependo depois. Foi piada pronta pro Chris. A dedicatória que ele escreveu diz: Vivian! You are better, by far, than Julia Roberts (in Pretty Woman)!

Agora com nova formação desde novembro, o WAS está finalizando o segundo álbum, tentatively titled “Do Smoke Detectors Detect The Smell Of Smoke?” ou Birds of a Pleather. Bye bye, Michael Tapper. Hello, Max Hart. O site oficial da banda dá um histórico completo (e hilário) do novo integrante.

Como não sei ser sucinta, postei tudo isso por que recebi um vídeo de natal do WAS. E acabei escrevendo demais.

Vale a pena ver os comerciais que eles fizeram para divulgar o lançamento de With Love and Squalor.

Fotos do show e do camarim by Erick Tostes.

Título: We Are Scientists Has A Plan, We Are Scientists



One Response to “We Are Scientists Has A Plan”

  1. Oh my god loved reading this article. I added your rss to my blogreader.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: